09/01/2014

Diageo e o rapper Diddy se unem e compram a tequila DeLeón

Diageo, multinacional de bebidas dona da Cîroc e Smirnoff, e o rapper Sean “Diddy” Combs anunciaram, nesta quarta-feira, a criação de uma nova joint-venturepara adquirir a DeLeón, marca luxuosa de tequila. O valor da operação não foi divulgado.
Por meio de comunicado oficial, a multinacional afirmou que a compra da DeLeón tem como objetivo fortalecer a presença da empresa no mercado de bebidas luxuosas, além de aumentar o portfólio da companhia na área de tequilas.


“A joint-venture com Combs Wine & Spirits, de Diddy, e a compra da DeLeón é o principal passo da Diageo para voltar à liderança no mercado de tequila na América”, disse Larry Schwartz, presidente da empresa no local, em nota à imprensa.



Com um público fiel, a DeLeón é famosa em Hollywood e dentro da indústria de musical nos Estados Unidos.

A bebida tem um forte apelo entre pessoas de renda alta e que prezam por marcas consagradas e luxuosas.


Segundo a Diageo, a intenção é que com a bebida em seu portfólio, a empresa acelere a participação no mercado “ultra-premium”, que é um dos segmentos que mais crescem no país.



Casamento estratégico



“Com a Ciroc, nós namoramos. Agora, com a DeLeón, casamos”, afirmou Diddy em entrevista à imprensa internacional na última terça-feira, que desde 2007 possui uma parceria global de 50/50 com a multinacional.



O namoro teve início de uma forma despretensiosa, quando o músico foi convidado para promover o marketing da vodka Cîroc, além de receber participação dos lucros das vendas da destilada. 



Já no ano passado, Diddy criou a Combs Wine & Spirits, pensando em incrementar a relação com a Diageo, que, com a aquisição da DeLeón, selou definitivamente a união.